jusbrasil.com.br
29 de Março de 2020
    Adicione tópicos

    Distribuir combustível sem prestar contas é crime

    Consultor Jurídico
    Publicado por Consultor Jurídico
    há 7 anos

    A Justiça Eleitoral do Pará cassou o diploma do prefeito eleito de Medicilândia, Nilson Daniel (PT), e de seu vice, Valtair Teixeira (PSL), por compra de votos nas eleições municipais de 2012. Segundo a sentença, uma carreata organizada em setembro pela coligação dos então candidatos distribuiu combustível a militantes do PT em dois postos de gasolina do município e, segundo a decisão, embora não exista prova de participação dos candidatos no evento, "há indícios suficientes de que tinham conhecimento do fato, que contou com a participação de parentes e coordenadores de campanha".

    O juiz Alan Meireiles, da 85ª Zona Eleitoral, condenou o pref...

    Ver notícia na íntegra em Consultor Jurídico

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)