jusbrasil.com.br
7 de Agosto de 2022
    Adicione tópicos

    Justiça Federal em São Paulo suspende obrigação de informar planejamento fiscal

    Consultor Jurídico
    Publicado por Consultor Jurídico
    há 7 anos

    A Justiça Federal em São Paulo concedeu liminar em mandado de segurança para suspender a obrigação de uma empresa informar seus planejamentos fiscais à Receita, prevista na Medida Provisória 685/2015. Segundo a MP, o planejamento deve ser apresentado pelas empresas até a próxima quarta-feira (30/9).

    De acordo com a liminar, a Medida Provisória ofende a legalidade tributária ao utilizar o "conceitos vagos". A decisão atende a um pedido feito pelos advogados Augusto Fauvel e Matheus Firmino. "Ao obrigar o contribuinte a apresentar a declaração de planejamento tributário, com base em critérios indefinidos e subjetivos — 'estrutura não usual', 'razões extra tributárias relevantes', 'negócio jurídico indireto' —, impondo severas multas no caso de descumprimento, pela automática caracterização de fraude ou sonegação, a MP 685/2015 incorre em ilegalidade e inconstitucionalidade", explica Fauvel.

    A decisão diz ainda que a norma ofende os artigos 105 e 106 do Código Tributário Nacional, que tratam das hipóteses em que a lei pode ser aplicada para fato passado. "Se em relação aos fatos geradores decorrentes de atos ou negócios jurídicos ainda não ocorridos a declaração será tratada como consulta à legislação tributária (artigo 8º), há que se convir que, de resto, particularmente no que toca à obrigatoriedade de apresentar declaração em 30/09/2015 com relação aos fatos geradores do ano-calendário anterior (2014), haveria aplicação da norma para fato ou ato pretérito em ofensa aos artigos 105 e 106, do CTN", diz a liminar.

    O juiz cita a...

    Ver notícia na íntegra em Consultor Jurídico

    Informações relacionadas

    Superior Tribunal de Justiça
    Notíciashá 13 anos

    Farmácias não podem vender mercadorias variadas

    Supremo Tribunal Federal
    Jurisprudênciahá 8 meses

    Supremo Tribunal Federal STF - AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE: ADI 5288 PR

    Nicholas Merlone, Advogado
    Notíciashá 2 anos

    Ministro suspende norma que permite cobrança de cheque especial mesmo sem utilização do serviço

    Sindjufe/MS entra com ação judicial para impedir cobrança da contribuição sindical pelos filiados

    TRF5 suspende liminar que impedia aumento de impostos sobre combustíveis na Paraíba

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)