jusbrasil.com.br
29 de Março de 2017
    Adicione tópicos

    Supremo não reexamina decisões administrativas do CNJ

    Consultor Jurídico
    Publicado por Consultor Jurídico
    há 6 anos

    A competência do Supremo Tribunal Federal para julgar ações nas quais haja interesse em jogo da magistratura não inclui reexame de decisões administrativas do Conselho Nacional de Justiça. Com esse entendimento, o ministro Celso de Mello determinou o arquivamento de uma Ação Originária ajuizada pelo juiz de Direito João Miguel Filho, do Espírito Santo.

    Com a decisão, o ministro Celso de Mello afastou a incidência do artigo 102, alínea n, da Constituição Federal. Segundo o dispositivo, o STF pode julgar e processar a ação em que todos os membros da magistratura sejam direta ou indiretamente interessados, e aquela em que mais da metade dos membros do tribunal de origem estejam impedidos ou sejam direta ou indiretamente interessados.

    O interesse da classe no processo foi expresso pelo magistrado. Segundo Miguel Filho, por meio dele se busca saber qual o março inicial da prescrição a ser observado em caso de ilícitos praticados por membros da magistratura em decorrência...

    Ver notícia na íntegra em Consultor Jurídico

    Consultor Jurídico
    Publicação independente sobre direito e justiça
    Criada em 1997, a revista eletrônica Consultor Jurídico é uma publicação independente sobre direito e justiça que se propõe a ser fonte de informação e pesquisa no trabalho, no estudo e na compreensão do sistema judicial. A ConJur é editada por jornalistas com larga experiência nas mais conceituadas publicações brasileiras, que zelam pela fidelidade das informações veiculadas.
    93.6K
    6,609
    Disponível em: http://consultor-juridico.jusbrasil.com.br/noticias/2607655/supremo-nao-reexamina-decisoes-administrativas-do-cnj

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)