jusbrasil.com.br
5 de Julho de 2022
    Adicione tópicos

    Advogado Figueiredo Basto é acusado de cobrar "taxa de proteção" de delatores

    Consultor Jurídico
    Publicado por Consultor Jurídico
    há 4 anos

    Dois delatores acusaram o advogado criminalista Antonio Figueiredo Basto - responsável por diversos acordos de colaboração premiada na operação "lava jato" - de ter recebido mensalmente US$ 50 mil, entre 2006 e 2013, como “taxa de proteção” em um esquema comandado pelo doleiro Dario Messer.

    Em delação ao Ministério Público Federal no Rio de Janeiro, os doleiros Vinícius Claret, conhecido como “Juca Bala”, e Cláudio de Souza, o “Tony”, relataram que entregavam o dinheiro ao advogado curitibano e um colega dele que não teve o nome informado. As informações são...

    Ver notícia na íntegra em Consultor Jurídico

    Informações relacionadas

    Manual do Advogado, Advogado
    Artigoshá 4 anos

    É possível ficar rico advogando?

    Superior Tribunal de Justiça STJ - HABEAS CORPUS: HC 592837 RJ 2020/0156068-9

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)