jusbrasil.com.br
27 de Julho de 2017
    Adicione tópicos

    Empregados começam a exigir direitos trabalhistas no Japão

    Consultor Jurídico
    Publicado por Consultor Jurídico
    há 9 anos

    Japoneses começam a reivindicar direitos trabalhistas

    Os trabalhadores do Japão sempre foram conhecidos pela lealdade às empresas. Depois da Segunda Guerra, eles alimentaram o crescimento econômico do país ao suportarem extenuantes horas de trabalho. No entanto, na última década, os japoneses estão menos propensos a tolerar baixos salários, instabilidade nos empregos e horas extras não pagas.

    A Suprema Corte do Japão diz que o número de processos de trabalhadores contra empregadores aumentou 45% entre 1997 e 2005. Naquele ano, foram 2.303 casos e, no ano seguinte, as reclamações subiram para 2.777 processos, quando foi criado um novo tribunal para causas trabalhistas. A maior parte dos casos se refere a horas extras.

    Um dos casos é o de Hiroshi Takano. Em junho, o jornal The New York Times contou que Takano trabalhou como gerente do McDonald's durante anos. O trabalhador teve sua saúde deteriorada e foi obrigado a diminuir as horas de trabalho. A empresa, no entanto, não quis pagar as horas extras.

    Takano resolveu processar o McDonald's. Em ...

    Ver notícia na íntegra em Consultor Jurídico

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)